tia da limpeza

o luxo traz prazeres mas uma temporada dentro de um camping precario tambem tem seu valor

fugimos do meio do mato onde so chovia e se usava muita droga rumo ao litoral em pleno 31 de dezembro parando no caminho pra leva o dono do carro no hospital e abandonando ele la mesmo a deus dara

chegando na praia pouco antes da virada do ano a questao era onde se hospeda ja que pousadas nao tinham mais quartos disponeiveis e qualquer lugar que ainda tivesse vaga seria caro demais pro nosso orçamento por isso nos instalamos naquela espelunca e montamos a barraca

aquilo que chamavam de camping na verdade era o patio da casa de um senhor com um puxadinho que chamavam de cozinha pros hospedes e um anexo denominado banheiro e foi ali que me encaminhei pra toma meu banho

nao levei toalha pra me seca porque a minha havia sujado de sangue e estava completamente nojenta uma outra historia que nao vem ao caso o fato é que a mulher do dono do lugar fazia a limpeza de um box quando adentrei o espaço

ela me disse que eu podia toma banho e na minha inocencia entendi que ela sairia do banhero nao foi o que aconteceu enquanto eu me lavava ela continuava atras da porta pensei em convida la pra entra debaixo do chuveiro mas achei melhor ficar calado

quando desliguei aquela agua gelada imaginei finalmente que ela sairia ate porque nao tinha nem toalha pra me cobri nao foi o que aconteceu abri a porta pelado e ela me fitou com olhos sedutores

acenei com a cabeça como quem dizia voce me viu nu agora é minha vez e nao foi preciso palavras porque a senhora instantaneamente tiro toda sua roupa

nao havia sequer porta na entrada do banhero portanto a qualquer segundo outra pessoa poderia dar de cara com a gente faze sexo ali era perigoso mas eu gosto do perigo

a tranza foi intensa e logo os gemidos contidos se tornaram verdaderos berros de extase com certeza todos ouviam ate mesmo o marido dela nao paramos

passamos a virada ali mesmo copulando enquanto os fogos estouravam la fora meu membro causava orgamos la dentro e aquele vai e vem danado parecia nao ter fim

usei a tia da limpeza como se fosse a ultima mulher do mundo e posso dize que ela fez o mesmo comigo tirando o fato que eu so um homem

insaciavel

estava solitario em territorio hostil
na verdade era um ambiente alegre amigo e de muita confraternizaçao porem estava sozinho em minha mesa
nao tinha problemas com isso nunca tive pra dize a verdade
tem gente que nao gosta de almoça ou janta sozinho
tem gente que nao gosta de ir no cinema sozinho
tem gente que nao gosta de ir em jogo de futebol sozinho
tem gente que nao gosta de ir em show sozinho
tem gente que nao gosta de ir em festa sozinho

para mim nao havia problema sei aproveita um bom programa mesmo sem companhia
alguns diria instrospectivo nesses momentos a verdade é que eu queria uma boa comida
e estava rico quase milionario portanto fui ao restaurante sem medo de ser feliz
e vi muita gente sorridente casais se amando declaraçoes fortes e pesadas de amor e amizade
e sozinho na minha mesa estava eu
nao me abalei pedi o cardapio

nunca na minha vida pedi um prato de entrada
foi um dia pra quebra paradigmas
quero essas batata refogadas da carlota um suco de laranja e uma caipira enquanto nao chega
de saque pergunto o garçon
nao porra seu filho da puta traz logo minha caipira de cachaça seu merda

enquanto todos se esbanjavam em beijos abraços e conversas melosas eu apreciava umas batata refogadas da carlota
e logo acabo
a caipira nao mais existia o suco havia sido tomado

quero esse prato chamado tilapia haduken
senhor nao temos
entao inventa essa porra e traz logo cacete e uma coca bem gelada

senhor do ceu que delicia era bom demais
me esbaldava em tanto sabor era um extase puro me sentia drogado

o que temos de carne perguntei
voce vai come mais
o seu filho da puta voce so pode ser doente ne o corno do cacete
quero a carne mais cara que voces tive e nao demora
e pra toma
cerveja belga

a carne era boa demais carne de crocodilo
nao sei porque eles tinha esse tipo exotico de carne mas era de extremo bom gosto
é feito do rabo me disse o chef do restaurante que me atendia pessoalmente ja que claramente nao existiam pessoas mais importantes la

me chamo a atençao no cardapio uma prato chamado prato gondriele nao sabia o que era parecia bom pedi dois
gente era algo como se o paraiso estivesse na terra e na verdade dentro daquela comida consistia a soberba maior o gosto da satisfaçao agora sim podia dize esta gostoso

pedi uma recomendaçao de uma boa sobremesa acompanhada de um licor especial
tortelas de maça ao sorvete suiço creminado
talvez a melhor coisa que ja foi inventada pelo homem depois da maconha
o licor era rustico e apenas quem ja tem certa rodagem sabe aprecia era refinado

como bom vivant que sou pedi o gran finale
chocolate trufado da islandia menor e uma dose de whisky de preço mais abusivo
comida especial bebida de primera qualidade
e nao sobro um gole uma gota um pingo ou um pedaço

aquilo nao é apenas fome dizia os que ja nao mais se abraçavam e beijavam e gargalhavam estavam todos atonito

se voce esta se perguntando como consegui come tudo isso sozinho saiba que eu tambem pergunto
como aquela vadia estava ainda mais insaciavel na cama