Comprei flores

No fundo, sou romântico. Sempre fui. E sempre me expressei mal também. Por isso, talvez não saibam disso.

Ela, em especial. Mas esse ano vou fazer diferente. Vou comprar uma, dez rosas. Fui até a floricultura ontem e comprei… um cartão. Voltei sem flores e sem vontade de comprar. Algo me impede.

Hoje, acabei indo novamente na floricultura. Quase por acaso, de carona com um amigo. Enquanto ele comia um cachorro-quente comprei pra namorada dele. Vai ver ele é mais travado que eu pra isso. Fizeram piada que eu era um canalha por fazer dois arranjos. Pior eram aqueles comprando flores que passavam dos R$ 100,00, imagina a cagada que estão tentando concertar.

Montei um arranjo simples e bonito, como tem que ser. Eu imagino, nunca dei flores antes, nunca vi a reação dela. E daí? Tenho convicção que acertei.

Sem restaurante. Preparei tudo em casa. Velas, uma comida deliciosa, música lenta. Eu disse, sou romântico, porra.

E mesmo assim, com certeza ela vai implicar com alguma coisa. E se não tiver nada pra reclamar, vai dizer que o apartamento é muito gelado. Que eu deveria ter comprado um aquecedor. Que eu deixei o quarto bagunçado e não importa que tenha outro, de casal, livre.

Ou eu seja paranóico e ela vai amar. Amar tudo. Dizer que eu sou a pessoa mais especial do mundo e que quer passar o resto da vida comigo. Sim, eu também quero passar com ela, chega a me doer no peito ficar longe.

Ou ao menos doía no início. Dane-se, é hoje que os velhos tempos vão voltar. Já voltaram antes. Vai acontecer de novo. Venham.

Venha. Cade ela? Não marcamos hora, mas já tá tarde. Passou das nove e nada. Tô com uma fome de cão. Cão faminto, que não come há dias, e até os olhos entregam o desespero.

Não que eu esteja desesperado. Fumei uma carteira de cigarro em uma hora. Uma hora rodando pelo apartamento. E tá gelado mesmo, ela realmente vai reclamar. E agora ainda tem o cheiro de cigarro. Grande ideia.

Vou abrir todas as janelas, arejar um pouco. Tomara que não chegue tão cedo, só pro cheiro sair. E dê-lhe acender fósforo. Foram tantos que até parece que acendi uma lareira.

Dez e meia. Onde ela se meteu? Não atende o celular e não tenho nem pra quem perguntar. Vai se fuder, o que essa doente tem na cabeça?

Vou pegar um táxi e buscá-la em casa. E se ela chegar nesse meio tempo? Melhor ficar aqui mesmo, esperando.

Pelo menos tá passando futebol na TV. E meu time tá perdendo de novo. Torci até o fim, levamos mais dois gols. Admito, enfim, sou viciado em perder. Mas quem perdeu a hora foi ela. E eu finalmente perdi a paciência.

Comprei flores. Guardei no lixo.

 

 

———–xxxxxxx———-

post hackeado

saindo do habitual com requintes incomuns

o dia dos namorados é a famosa data em que o romantismo que voce nunca tem se confunde com breguice mas as mina releva desde que voce de um bom presente e pague a conta de um bom restaurante e banque um bom motel porem foi descoberto que nao precisa ser assim

ao inves de leva a femea em um restaurante que ela gosta decidi escolhe um lugar que eu sempre passava na frente e achava que era bacana para minha irritaçao a cadela se atraso e agente acabo perdendo a mesa tivemos que fica na fila de espera mas tudo bem

o lugar era exotico e como nao conheciamos acabamo pedindo muito mais comida do que precisava talvez aquela quantidade de alimento fosse suficiente para alimenta uma familia por uma semana
para bebe optamos por um drink gay inspirado no idolo fred caipisake de kiwi estava muito gostoso repetimos
na hora de paga a melhor parte ela pago sim ela fez isso e sim eu dexei ela faze isso depois paguei metade entao teoricamente rachamos a conta

ela e nao eu havia programado um rotero cultural na verdade era so uma coisa mas roteiro da um ar superior saimos do restaurante e nos dirigimo ao local no caminho encontramos folhas a4 coladas em postes com trechos de musicas provavelmente uma bela homenagem a alguem

ainda na mesma rua vinha um casal de encontro a nos e de repente eles pararam em seguida o rapaz disse que aquela ponta 3 por 1 tava valendo e deposito o elemento no encosto da parede de uma escola sem pestaneja peguei o que restava do baseado e nao era pouca coisa nao olhei pra tras e fumei em conjunto com minha donzela ela disse que o jovem que jogo fora a droga estava apavorado com a nossa atitude

fomos ate um exposicao onde os artistas nao tinha montado tudo apesar do coquetel de lançamento ja ter acontecido la vimos peças artisticas muito bacanas e uma delas especialmente inspiradora ainda estava sendo servido um bom vinho e tudo ocorria bem porem discuti com um fotografo levemente doente mental que proferiu palavras que nao me agradaram passado o acontecido fomos embora

ja estavamos embriagados quando entramos em outro bar e tomamos mojito era um dia de drinks nesse momento decidi que era hora de ir pra casa onde o clima ferveu

vespera do dia de santo antonio

quando deus criou meu cerebro esqueceu de faze a parte que sabe escolhe presente
soma se isso ao fato de que todo ano temos que dar no minimo varios presentes e as opçoes começa a simplesmente acaba

com a familia é assim agora imagina o tamanho do problema quando existe aniversario aniversario de namoro natal e o mais inescrupuloso de todos o dia dos namorados

a tragedia se agrava

essa data insana comemorada em todo mundo em feverero mas no brasil por razoes estritamente dementes e comerciais acontece em junho

um dia em que nao basta compra presente tem que pensa em um restaurante tem que reserva mesa nesse lugar e ainda pensa em uma manera romantica de tranza com a femea

tudo soa tao absurdo que algum desavisado acharia que nao passa de brincadera infelizmente é a dura realidade

falo com toda sinceridade do mundo que preferia defini um novo plano de atuaçao metalinguistico da inflaçao brasilera a ter que escolhe um resturante

isso que nem to falando no dinhero
pra puta que pario com rosas vinho e gestos de carinho

passa o dia dos namorado sozinho nao é sofrimento diria até que isso se chama sorte