enfiamo o pe na meca

a primera vez no meca festival foi parecida com a primera vez no cinema pra assisti o rei leao so que dessa vez eu juro que colocaram alguma coisa no meu copo

estavamos ha algum tempo naquela nave louca incrustada na pacata maquine quando um diluvio escancarou a maxima de que todo festival ou aglomeraçao que acontece no rio grande do sul é regado a grossas e violentas pancadas de chuva

é exatamente nessa altura que se distinguem dois grupos o primero é daqueles que buscam um abrigo ou mesmo uma mesa de plastico pra usa de protecao pra cabeça e permanecerem secos e o outro daqueles que por gosto ou falta de opçao se entregam as maos da suprema mao da natureza para seu proprio deleite

a chuva como ritual de passagem para outra galaxia pode soar um pouco cafona em 2015 mas passado algum tempo que é impossivel precisa quando boogarins surprendentemente sobe ao palco voce ja nao tem mais tanta certeza que nao esta em 69 e com o neo hippie a substituir o lugar do indie no coracao da juventude gaucha sao mais acontecimentos dessa estirpe que se esperam pros proximos anos

agora fica a questao estava ou nao divertido rapaz foi o dia mais divertido de 2015 talvez isso nao signifique muito ja que passaram apenas 17 dias ate o meca mas posso garanti que é grande coisa sim

o lugar fazenda do pontal tem um que de magico com arvores exatraidas da terra media a cerveja liberada desde sempre livrou nos da penitencia de tomar o resto quente e eu nunca tinha exatamente certeza sobre o que estava tocando fora os ja citados goianos mas ficou a impressao que isso nao importava tanto pra maioria ou ao menos era a impressao a certa distancia do palco que nunca realmente chegamos perto porque no fundo a gente queria curtir qualquer coisa

e se voce ainda é um maniaco sexual e fico pensando sera que rola muita paquera meu amigo rola sim e se eu fosse voce eu estaria la no meio disso tudo

Este slideshow necessita de JavaScript.

carta branca com baixinho da kaiser

um grande amigo apreciador de cerveja ruim esteve aqui em casa hoje pra toma uns gorro e conversa fiado pois ele nao paga a conta

magno
fala baxinho tudo bem

baxinho da kaiser

magno
nao ouvi

baxinho da kaiser
voce pediu pra eu fala baxinho kkk

magno
viro piadista agora

baxinho da kaiser
sempre fui

magno
voce bebia kaiser mesmo ou era so nas propaganda

baxinho da kaiser
apenas nos bastidores

magno
voce veio da espanha pro brasil fale sobre isso

baxinho da kaiser
vim muito cedo pra ca com a minha familia e adotei o brasil como o pais que amo

magno
o que voce mais gosta aqui

baxinho da kaiser
mulheres

magno
se voce fosse pra uma ilha deserta e so podesse leva uma coisa o que seria

baxinho da kaiser
uma escrava sexual

magno
isso é crime nao pode

baxinho da kaiser
na ilha nao teria leis

magno
mas aqui tem lei porra vai pra cadeia seu doente

baxinho da kaiser
calma ai po

magno
e esse bigode

baxinho da kaiser
é minha marca registrada ne entao tem que mante

magno
tua marca registrada é essa barriga enorme e tua altura nanica seu verme

baxinho da kaiser
meu deus como voce é mau

magno
e depois das propaganda ta fazendo o que da vida

baxinho da kaiser
passando muita dificuldade

magno
coitado

baxinho da kaiser
ta dificil demais

magno
infelizmente nao tenho sobras de comida

baxinho da kaiser
por favor

magno
tem a raçao do clovis so

baxinho da kaiser
pode se

nesse momento o baxinho começo a come e nao paro mais

cavalo mao de vaca

no velho oeste historias incriveis aconteciam uma delas vou relata agora

em um tipico bar daqueles com duas porta que abre junta na entrada um dia um cavalo entro e atravesso todo estabelecimento ate que se sento em um banco

me ve uma cerveja ele disse

o garçom atonito trouxe uma cerveja para o cavalo que com os casco pegava a garrafa e bebia tudo em um unico gole era incrivel

quero outra dessas falo o animal

outra cerveja o garçom entrego pro cavalo que a bebia com enorme rapidez

o equino estava sedento e pediu a tercera cerveja

prontamente foi atendido e em questao de segundos disseco o conteudo

moço me traz mais uma

e a quarta cerveja foi tal qual as anterior bebida como se estivesse sendo derramada tamanha agilidade do cavalo

logo ele ja havia bebido 10 cervejas em menos de 30 minuto com direito a intervalo pra mija um momento peculiar que chamo a atençao dos demais que ali frequentavam

o cavalo estava inquieto e a pressa era nitida nas suas expressoes facial logo a conta ele pediu

o preço era alto 50 reais mas o cavalo pago tudo em dinhero sem exitar

quando se dirigia pra saida ouviu o garçom dize ‘eu nunca tinha visto um cavalo tomando cerveja’

‘cobrando 5 real a cerveja voce nunca mais vera’ respondeu o animal que jamais retornou ao lugar