degustando o sabor da derrota

a vida de um jovem que depende de seus proprios dotes culinarios muitas vezes se resume a pizza hamburguer carne gorda bacon lasanha e outras especiarias gastronomicas responsaveis por elevados niveis de colestorol

porem em um domingo nublado repleto de vento e melancolia descobri que nada sou alem de um junior aprendiz um estagiario mirim na arte da alimentacao pesada

estava na beira de um lago as pessoas tomavam espumante em copos de plastico e felizes comemorando o aniversario de alguem ate que apareceu aquele gordo de boina

um personagem vindo diretamente das caricaturas mais diabolicas um homem de trejeitos violentos e pensamento estupefato trazendo uma tempestade de medo entre as pessoas apesar de sua aparente simpatia se tratava de um monstro

cozinhero de um restaurante anonimo nos confins de uma rua solitaria o gordo experimentava receitas capazes de causa derame cerebral e entupi veias ate de um touro pois nao basta assar um porco gordo e come seu corpo intero aquele rapaz inclusive saboreava a cabeça do animal

enquanto uma moça dizia que gosta da pele da galinha o abominavel perdeu completamente a noçao e começo a fala sobre a delicia de come uma buchecha suina o sabor inigualavel de uma orelha mas tudo piorava porque mais gostoso que a cabeça recem saida do forno era come ela no outro dia gelada degustando como se fosse um chicle pois a pele é grossa e exige muitas mordidas

enquanto o horror tomava conta dos presentes o gordo se lambia esbaldado na propria lembrança do almoço transpirando obesidade cego pelo sabor e foi nesse momento que ele cometeu o ato mais doente e insalubre jamais presenciado no auge da incredulidade humana ele retiro o fucinho suino do bolso e mastigou ali mesmo depois engoliu e gemeu de prazer

foi o basta me senti humilhado e me obriguei a ir embora com a certeza que de vi a morte de perto

a dicotomia da cabeça feminina

bebado drogado completamente louco com visao distorcida em uma festa insana em um ambiente doente
a gatinha ali dançando voce mal reconhecendo mas sentiu que era uma preza facil e caiu em cima
terminaram na cama ela gemia e gritava coisas incriveis voces compartilhavam prazer

do nada voce adormeceu acordo em algum lugar que nem sabia onde era a vadia nao estava com voce
um pouco assustado voce sai do local

nao lembrava de absolutamente nada
a unica coisa que conseguia lembra é que a foda tinha sido maravilhosa
é realmente interessante que essa parte nao tem como esquece

foi nesse estado e circunstancia que voce conheceu a dita cuja
infelizmente nao anoto telefone mas nem o nome lembra entao foda se

mas eis que ela surge na sua vida novamente outro dia ainda pior que o anterior ela tem a precauçao de adiciona o contato no seu celular e da um toque no dela antes que voce toque em partes intima e tudo acabe em explosao de libido

assim começo uma historia de amor
agora faça esse exercicio comigo e me diga como essa vadia puta do caralho é capaz de começa a enche o saco porque voce fica muito loco quando sai

essa ordinaria vagabunda te conheceu desse jeito voce sempre agiu dessa forma voce nunca pediu pra ela quere um relacionamento com voce e porque cargas dagua essa cadela se ve no direito de reclama

nao sei porque mulher gosta de se enfia em problema pensando em conserta sinto muito arranje alguem do seu gosto porque femeas nao mudarei