lobo solitario

eu tinha 16 anos e finalmente o ultimo amigo solteiro começou a namorar que tempos dificeis eu vivi

um pouco antes disso achava que uma colega de aula gostava de mim eu era novo na turma e a professora nos colocou a sentar juntos nos demos bem agente passava o tempo todo conversando dando risada e ate quase nos beijamos uma vez ou talvez isso nunca aconteceu o fato é que na verdade ela tava afim era do meu amigo tambem nosso colega e se mudou de colegio junto comigo era o ultimo sobrevivente da tribo solteira

estranhei quando eles começaram a namorar porque foi assim de repente um belo dia estavam namorando nem ele nem ela me falaram nada achei estranho pois supostamente era amigo de ambos

me tornei um lobo solitario ate o ponto em que fui obrigado a fazer novas amizades

gente chata bebada e idiota bons companheiros naquele idade agente é meio doente totalmente inconsequente e pobre o que nos leva a experimentar todo e qualquer tipo de bebida barata e forte quando damos sorte paramos na casa de um amigo que tem um pai que gosta de bebida e tem um bar cheio de coisa boa

lembro de toma cachaça com coca sem gelo
lembro de toma whisky importado quando se usava a expressao whisky importado
lembro de toma cunhaque do faustao e vomitar em seguida
lembro de toma tequila e cerveja alternadamente como se a cerveja fosse agua
lembro de toma absinto e alguem me dizer vai com calma

eu me divertia um bocado com esse pessoal e numa noite dessas saindo em uma festa improvavel no meio das ferias de inverno encontrei a minha colega que namorava meu colega que por sua vez estava viajando com a familia para um lugar longinquo

na volta das aulas eu falei em tom de piada para minha vizinha de mesa como tu foi capaz de trair meu amigo

ela subitamente congelou e entrou em panico da sua boca sairam as palavras como foi que tu descobriu

pronto o que voce faz nessa situaçao

eu disse conta pra ele antes que eu conte eu nao quero contar entao conta antes mas se tu nao contar serei obrigado

quando ele voltou o primeiro dia se passou e ela nao contou nada eu disse conta no segundo dia ela nao contou de novo e antes que eu tomasse alguma atitude outro amigo deu a noticia

olha nao sei como te falar mas voce é corno

acontece que ele descobriu outra traiçao essa pior porque era com um cara da outra turma eu fiquei indignado e disse meu amigo nao foi a unica vez que isso aconteceu

confesso que senti uma pontinha de alegria porque recuperaria mais um amigo agora um de fe um amigo de longa data solteiro novamente so que ele perdoou a menina e eles continuaram namorando escondido nao queria ficar com a fama de corno manso e quem acabou se fodendo na historia foi o cara que contou a traiçao e entrou na lista negra da namorada

eu continuei solteiro e aos poucos fui me tornando um alvo da sociedade deve ter algo errado com ele qual o problema desse guri como alguem dessa idade continua assim sem nunca ter namorado ninguem

estava fadado a morrer sozinho todos caminhos apontavam para isso a unica pessoa que parecia nao se importar era eu ate comunidade no orkut fizeram pra tentar encontrar uma namorada pra mim

pra que tanto desespero ate parece que esses namoricos juvenis duram pra sempre

pior que alguns duram mesmo fico assustado quando encontro casais que estao juntos desde aquele epoca e por mais que ache bonitinho eu sinto um pouco de pena deles eu sei que soa babaca nao posso fazer nada infelizmente

o namoro da traiçao ate que durou um bom tempo mas mais cedo ou mais tarde iria ter um fim

e eu sim eu perdi o grande amor da minha vida ela tava ali no meio dessa bagunça adolescente agente so nao se enxergava agente nunca tinha nem conversado a melhor parte é que ainda temos todo o tempo do mundo pra se ama

Anúncios

o ultimo drink

tomo um gole da bebida servida no meu copo
respiro

damos risadas muitas risadas
lembramos casos absurdos coisas que nem o mais louco teria coragem de inventar
historias tao mal contadas que so podem ser verdades
que sao obra de alguma graça divina que nos colocou no mesmo caminho
obrigado senhor

assistimos videos
eles sao toscos e deprimentes
registros de ontem de 5 e de 10 anos atras
devem ter outros ainda mais antigos escondidos
as fotos nem sei onde estao guardadas
eu gravo nossa conversa para que ela nunca acabe

meu semblante sereno e minha fala mansa escondem o desespero que toma conta do meu corpo
o formigamento nas maos o frio que sinto na espinha

daqui a pouco eu nao vou estar mais aqui
vou caminhar lentamente pela calçada molhada
se tiver sorte escaparei da chuva
sao apenas alguns passos ate o meu predio
tao pertinho desse onde ja morei tambem

a diferença é que depois de hoje eu ficarei sozinho
nao por um dia uma semana ou ate um semestre
sabe se la por quanto tempo vai ser

sempre achei que era viciado nessa rua
nessa vizinhança
ja tentei sair mas sempre acabo voltando

finalmente me dei conta que não é o lugar
nao sao os bares
nao é o movimento de gente
nao sao as festas que nunca mais fui
nao é nada disso

é meu amigo
meu melhor amigo
que esta indo embora

a hora de ir embora

o ultimo cigarro tem valor fisico quantico material e tem o valor sentimental o ultimo amigo um ultimo abraço um ultimo beijo para aqueles mais apaixonados trago seu amor de volta se voce me der a chance de dar mais uma tragada

na cabeça do joel a hora de ir embora tinha finalmente chegado nao por causa dos raios de sol que batiam na cara dos copos quebrados ou das pessoas jogadas pelos cantos tentando cumprir o papel de ser humano e falhando nada disso tinha importancia o que fez ele ir embora foi o maldito ultimo cigarro que teimou em acabar

joel mirou a saida e se pos de pe acontece que levantar é uma coisa sair caminhando é outra bem diferente ele seguia o embalo de seus passos elogiosamente pouco hesitantes para alguem que via o mundo sumir em suas piscadas cada vez mais longas tela preta e silencio se deu conta que so enxergava flashes em meio a escuridao

teve medo do que podia acontecer e parou por um segundo sair caminhando assim pela rua era loucura e a bem da verdade ele nem sabia como iria para seu apartamento fez força para andar um pouco mais e chegou a porta nao tinha certeza do que fazer olhou de volta para a sala e viu aquelas pessoas que faziam exatamente aquilo tentavam cumprir o velho papel de ser humano e falhavam eram pessoas que ele nao enxargava ha minutos atras quando ainda podia enxergar o tempo inteiro

a rua lhe dava medo essas pessoas lhe davam medo e ele mesmo lhe causava medo era um beco com varias saidas e todas terriveis sua cabeça estava confusa e teve o impulso de olhar para o relogio

se nao entendia nada a coisa passou a ficar pior ao ver que eram treze horas e quinze minutos uma serie de porra caralho puta que pario e similares ficaram presos na sua boca a garganta nao deixou que nada saisse e a cabeça começou a explodir engolia os xingamentos e fazia o coraçao acelerar logo a testa doeu uma dor forte e um zumbido insuportavel o levou ao completo desespero apertava as maos nos ouvidos com força e entao fechou os olhos e escorregou ate o chao quietinho sem qualquer intençao de incomodar desejou nao ter feito nada nessa noite nem em qualquer outra queria acordar dormindo na sua cama

sentiu frio

os outros estavam que nem ele pedir ajuda era certamente mais perigoso do que ficar calado sofrendo sozinho ate se tornar invisivel desaparecer desse mundo e ir para aquele outro lugar joel roçava os dedos na grama molhada e tinha um belo sol para ele e menina ao seu lado alguem que ele jura conhecer de verdade que nao faz parte so dessa miragem ele olha pro ceu pra menina e isso define a felicidade

a beleza pura algo que ele nao encontra em nenhum outro lugar e por que ele nao pode ficar para sempre aqui se sente tao leve que começa a flutuar ganhar o ceu ao ponto de alcançar as nuvens olha la do alto e ve tudo e nao sente o medo de altura abre um sorriso e procura menina

        ela tambem deve saber voar deve estar escondida junto com os anjos devem estar por aqui é bom sentir o vento quem sabe ele me sopra para algum lugar onde diabos esta a menina

        eu esperava ouvir harpas aqueles violoes grandes e um tipo de banjo iguais ao que tem pintado na parede da igreja perto da casa da minha mae uma musica classica um coral quem sabe algo alem do nosso alcance como um recital de uma sinfonia de beethoven ou um coral cantando bohemian rhapsody o cenario quando entrei na nuvem foi diferente

eram com essas as palavras que joel descreveria o que pensou se fosse submetido a algum tipo de interrogatorio transgalatico e daria prosseguimento contando o que viu dentro da nuvem poderiam ver pela sua palpebra pelas suas maos suadas que estava nervoso mas falava absolutamente a verdade e contaria tudo que se passou acontece que aqueles homens nem sempre querem saber a verdade

joel abriu os olhos e enxergou branco era o teto estava de volta levantou um pouco a cabeça a sala tinha menos pessoas eram poucas agora nao sentia suas pernas nem seus braços era como se nao estivesse dentro do seu corpo os raios de sol refletiam nos copos quebrados e formavam uma cena bonita ele ficou um tempo escorado na parede com as pernas esticadas no chao respirou fundo para levantar finalmente pronto para encarar o mundo para conviver com pessoas e procurar a menina

o bar da esquina

um dia eu pensei é hoje

na verdade foi depois de uma serie de fracassos que so restava a opcao de enche completamente a cara e pratica algo parecido com a automutilacao que entrei no talvez mais escroto estabelecimento do hemisferio sul

cortinas cheia de fundo azulejos de quinta categoria mesas de plastico com pedaços de papel pra tenta mante um nivelamento que obviamente nao existia copos trincados garçonete com cicatriz na cara e um gordo careca de cabelo comprido do outro lado do balcao

entra nesse bar siginifica admiti a derrota pra vida e abraça todas desgraça que dali em diante iriam acontece foi o que fiz sem pestaneja

imaginava que a bebida seria barata porem nada podia custa tao poco quanto eu tinha no bolso

o pensamento logico seria senta naqueles banco mais alto encostado na bancada so pra parece cena de filme mesmo porem logica é o que nao havia naquele momento e sim me deitei no chao imundo

uma atitude estranha e inconveniente ate para os maiores padrao de insalubridade de repente todo bar repetia o gesto

abri os olhos e as pessoa jogava cerveja pra cima e se jogava no assoalho outros mais bebado quebravam garrafa na propria cabeça se atiravam na parede ainda tinha os ainda mais inconsequente que usava drogas inimaginais e se pendurava no teto com super bonder um pequeno grupo advertia pra nao tenta faze isso em casa

o careca cabeludo agonizava de desespero e a garçonete sangrava espontaneamente pela cicatriz que se expandia por todo rosto e agora parecia toma viva propria saiu um ovo da boca dela

gosmas e nojeras em geral naceram dali e em segundos se alastraram todos riam nem sabiam do que

os piores seres humano do mundo se encontravam naquele recinto ou no minimo os mais conformado com seus desastres pessoal nao foi surpresa quando alguem decidiu tira sua propria vida ingerindo um risoles

qualquer pessoa com um minimo de sanidade que entrasse ali chamaria rapidamente o hospicio porem todos eram sumariamente tomados pela demencia

me dei conta que nao pertencia aquilo quando vi um sujeito usando nariz de palhaço me levantei e fui embora pobres almas

saindo do habitual com requintes incomuns

o dia dos namorados é a famosa data em que o romantismo que voce nunca tem se confunde com breguice mas as mina releva desde que voce de um bom presente e pague a conta de um bom restaurante e banque um bom motel porem foi descoberto que nao precisa ser assim

ao inves de leva a femea em um restaurante que ela gosta decidi escolhe um lugar que eu sempre passava na frente e achava que era bacana para minha irritaçao a cadela se atraso e agente acabo perdendo a mesa tivemos que fica na fila de espera mas tudo bem

o lugar era exotico e como nao conheciamos acabamo pedindo muito mais comida do que precisava talvez aquela quantidade de alimento fosse suficiente para alimenta uma familia por uma semana
para bebe optamos por um drink gay inspirado no idolo fred caipisake de kiwi estava muito gostoso repetimos
na hora de paga a melhor parte ela pago sim ela fez isso e sim eu dexei ela faze isso depois paguei metade entao teoricamente rachamos a conta

ela e nao eu havia programado um rotero cultural na verdade era so uma coisa mas roteiro da um ar superior saimos do restaurante e nos dirigimo ao local no caminho encontramos folhas a4 coladas em postes com trechos de musicas provavelmente uma bela homenagem a alguem

ainda na mesma rua vinha um casal de encontro a nos e de repente eles pararam em seguida o rapaz disse que aquela ponta 3 por 1 tava valendo e deposito o elemento no encosto da parede de uma escola sem pestaneja peguei o que restava do baseado e nao era pouca coisa nao olhei pra tras e fumei em conjunto com minha donzela ela disse que o jovem que jogo fora a droga estava apavorado com a nossa atitude

fomos ate um exposicao onde os artistas nao tinha montado tudo apesar do coquetel de lançamento ja ter acontecido la vimos peças artisticas muito bacanas e uma delas especialmente inspiradora ainda estava sendo servido um bom vinho e tudo ocorria bem porem discuti com um fotografo levemente doente mental que proferiu palavras que nao me agradaram passado o acontecido fomos embora

ja estavamos embriagados quando entramos em outro bar e tomamos mojito era um dia de drinks nesse momento decidi que era hora de ir pra casa onde o clima ferveu

o dia depois de ontem a noite

a madrugada é traiçoera porque ao mesmo tempo em que convida e te afaga perturba e corroi suas veias destruindo seu sistema imunologico e trazendo complicaçoes de grande porte para o seu dia a dia se nas proximas horas voce for um pobre brasilero com obrigaçoes de trabalha

ingerido uma quantidade absurda de alcool o mais prudente seria um repouso seu corpo clama por descanso mas infelizmente voce nao pode se da ao luxo de dormi obrigatoriamente se dirige ao local responsavel pelo seu vinculo empregaticio para um dia de falsas ilusoes e muita mataçao de tempo

voce acorda com a ideia fixa de volta pra casa e dormi pensa no momento em que saira pelas ruas rumo a sua cama gostosa e repousara planeja milhares de alternativas pra mata o tempo durante o dia

porem hoje a sorte nao é sua amiga

caiu uma bomba no seu colo afazeres importantes com prazo e data marcada para serem resolvidos a responsabilidade é sua

um drama com certeza um perigo talvez um desafio sem duvidas e eu meus amigos nao sei voces mas eu so movido a desafio a adrenalina é meu combustivel o impossivel é o que me faz ir mais longe

depois desse pequeno devaneio de auto ajuda feito por voce mesmo a realidade começa a toma forma e as primeras lagrimas escorre do rosto o coração nao bombeia suficiente sangue o cerebro nao tem oxigenio pra funciona

voce esta um completo retardado um psicotico dislexico incapaz de realiza a mais simples tarefa

e é nessas condiçoes que se alguma manera voce se consagra como nunca sabera explica

comemore