Descoberta do Sol

Sempre que chovia muito Diba saía para caminhar, quando chovia pouco também.

Sentia a natureza, sentia-se parte. Pulava nas poças, puxava os galhos e mergulhava na grama.

Guarda-chuva não era com ela, tão sem graça. Se recusava a usar, até que no seu aniversário de 9 anos um menino que ela gostava tanto deu-lhe um lindo, amarelo, reluzente feito o Sol.

Diba deu uma chance e viu que também gostava de caminhar na chuva usando seu novo presente.

Em um desses dias, saiu a caminhar na companhia do Pingo. Tudo ia bem até virarem na esquina, momento em que subitamente parou de chover. Perderam-se. Pingo, serelepe, nunca havia ido tão longe com suas próprias pernas e, mesmo cansado, só queria andar mais. Diba nada reconhecia e, sem saber, se levava para o longe.

Nem se deram por conta quando se encurralaram em um beco, cercados por um grupo de cachorros.

“O que que as gracinhas fazem aqui nas minhas bandas?”, perguntou o chefe, um
imponente pastor alemão. “A gente só quer voltar pra casa”, respondeu Diba. Um grande fila, que parecia o resultado de um cruzamento com uma hiena, se intrometeu no caso, “Pode deixar que eu tomo conta deles”.

Pingo, valente, latiu, avançou e se postou em frente à Diba. “Ninguém mexe com ela”, disse o vira-lata. Um enorme doberman, com suas orelhas apontadas, se aproximava. Um rottweiler fechava o cerco. De cima de uma lixeira, um gato observava a cena calado.

Em um impulso, Diba pensou, “O guarda-chuva!”, agarrou Pingo no colo e abriu seu pedaço de sol. Em um novo impulso, alçou voo. Primeiro, só olhou para cima, para as nuvens e para o céu. Então viu que os cachorros, as casas e as ruas iam ficando pequenininhos. Já estava lá em cima, bem alto, quando avistou a casa, a padaria, e apontou elas com o dedo. Abriu um sorriso.

Embalados pelo vento, surfaram as ondas do céu. Era como uma boa chuva ensolarada, só que sem se molhar.

Não tardou para aterrissarem. A família inteira esperava para dar um abraço.

Nesse dia, ao pisar na grama com os pés descalços, Diba descobriu que também gostava dos dias de sol.

imagem: Westend61/Getty Images

Anúncios

TRATADO SOBRE A REGENERAÇÃO DA RAÇA HUMANA

Não haveria guerras
Massacres
Ímpetos de conquistar o mundo e deixar os pobres morrerem de fome

As brigas com a família acabariam
As discussões inúteis
Os medos baratos
E as angústias tolas

O mau como se conhece parte de dentro do homem
E ele não mais existiria

Nem a raiva
O ódio
O descontrole emocional
O desespero infantil
Só porque tudo dá errado

Só porque nem tudo aconteceu
Como fantasiado
Sua estúpida e egoísta fantasia

Não haveria egoísmo
Prepotência
Orgulho
E patriotismo

Tampouco discursos tontos e inflamados
Seguidores de assassinos e salvadores dos bons costumes
Homem de bem e de mau
Mulheres que prestam ou não

Não teria espaço para o juízo de valores
Para os valores valerem mais
Do que o que vale de verdade

E quem sabe
As coisas dariam certo
E se não dessem
Não haveria problema

Se ao menos soubessem
Que só precisam
Boiar
Atrás da arrebentação

Fechar os olhos
E ouvir o som do mar
Respirar profunda e lentamente
Deixar-se levar

Deixar um sorriso nascer
E a mente límpida
Somente amar

lobo solitario

eu tinha 16 anos e finalmente o ultimo amigo solteiro começou a namorar que tempos dificeis eu vivi

um pouco antes disso achava que uma colega de aula gostava de mim eu era novo na turma e a professora nos colocou a sentar juntos nos demos bem agente passava o tempo todo conversando dando risada e ate quase nos beijamos uma vez ou talvez isso nunca aconteceu o fato é que na verdade ela tava afim era do meu amigo tambem nosso colega e se mudou de colegio junto comigo era o ultimo sobrevivente da tribo solteira

estranhei quando eles começaram a namorar porque foi assim de repente um belo dia estavam namorando nem ele nem ela me falaram nada achei estranho pois supostamente era amigo de ambos

me tornei um lobo solitario ate o ponto em que fui obrigado a fazer novas amizades

gente chata bebada e idiota bons companheiros naquele idade agente é meio doente totalmente inconsequente e pobre o que nos leva a experimentar todo e qualquer tipo de bebida barata e forte quando damos sorte paramos na casa de um amigo que tem um pai que gosta de bebida e tem um bar cheio de coisa boa

lembro de toma cachaça com coca sem gelo
lembro de toma whisky importado quando se usava a expressao whisky importado
lembro de toma cunhaque do faustao e vomitar em seguida
lembro de toma tequila e cerveja alternadamente como se a cerveja fosse agua
lembro de toma absinto e alguem me dizer vai com calma

eu me divertia um bocado com esse pessoal e numa noite dessas saindo em uma festa improvavel no meio das ferias de inverno encontrei a minha colega que namorava meu colega que por sua vez estava viajando com a familia para um lugar longinquo

na volta das aulas eu falei em tom de piada para minha vizinha de mesa como tu foi capaz de trair meu amigo

ela subitamente congelou e entrou em panico da sua boca sairam as palavras como foi que tu descobriu

pronto o que voce faz nessa situaçao

eu disse conta pra ele antes que eu conte eu nao quero contar entao conta antes mas se tu nao contar serei obrigado

quando ele voltou o primeiro dia se passou e ela nao contou nada eu disse conta no segundo dia ela nao contou de novo e antes que eu tomasse alguma atitude outro amigo deu a noticia

olha nao sei como te falar mas voce é corno

acontece que ele descobriu outra traiçao essa pior porque era com um cara da outra turma eu fiquei indignado e disse meu amigo nao foi a unica vez que isso aconteceu

confesso que senti uma pontinha de alegria porque recuperaria mais um amigo agora um de fe um amigo de longa data solteiro novamente so que ele perdoou a menina e eles continuaram namorando escondido nao queria ficar com a fama de corno manso e quem acabou se fodendo na historia foi o cara que contou a traiçao e entrou na lista negra da namorada

eu continuei solteiro e aos poucos fui me tornando um alvo da sociedade deve ter algo errado com ele qual o problema desse guri como alguem dessa idade continua assim sem nunca ter namorado ninguem

estava fadado a morrer sozinho todos caminhos apontavam para isso a unica pessoa que parecia nao se importar era eu ate comunidade no orkut fizeram pra tentar encontrar uma namorada pra mim

pra que tanto desespero ate parece que esses namoricos juvenis duram pra sempre

pior que alguns duram mesmo fico assustado quando encontro casais que estao juntos desde aquele epoca e por mais que ache bonitinho eu sinto um pouco de pena deles eu sei que soa babaca nao posso fazer nada infelizmente

o namoro da traiçao ate que durou um bom tempo mas mais cedo ou mais tarde iria ter um fim

e eu sim eu perdi o grande amor da minha vida ela tava ali no meio dessa bagunça adolescente agente so nao se enxergava agente nunca tinha nem conversado a melhor parte é que ainda temos todo o tempo do mundo pra se ama

a hora de ir embora

o ultimo cigarro tem valor fisico quantico material e tem o valor sentimental o ultimo amigo um ultimo abraço um ultimo beijo para aqueles mais apaixonados trago seu amor de volta se voce me der a chance de dar mais uma tragada

na cabeça do joel a hora de ir embora tinha finalmente chegado nao por causa dos raios de sol que batiam na cara dos copos quebrados ou das pessoas jogadas pelos cantos tentando cumprir o papel de ser humano e falhando nada disso tinha importancia o que fez ele ir embora foi o maldito ultimo cigarro que teimou em acabar

joel mirou a saida e se pos de pe acontece que levantar é uma coisa sair caminhando é outra bem diferente ele seguia o embalo de seus passos elogiosamente pouco hesitantes para alguem que via o mundo sumir em suas piscadas cada vez mais longas tela preta e silencio se deu conta que so enxergava flashes em meio a escuridao

teve medo do que podia acontecer e parou por um segundo sair caminhando assim pela rua era loucura e a bem da verdade ele nem sabia como iria para seu apartamento fez força para andar um pouco mais e chegou a porta nao tinha certeza do que fazer olhou de volta para a sala e viu aquelas pessoas que faziam exatamente aquilo tentavam cumprir o velho papel de ser humano e falhavam eram pessoas que ele nao enxargava ha minutos atras quando ainda podia enxergar o tempo inteiro

a rua lhe dava medo essas pessoas lhe davam medo e ele mesmo lhe causava medo era um beco com varias saidas e todas terriveis sua cabeça estava confusa e teve o impulso de olhar para o relogio

se nao entendia nada a coisa passou a ficar pior ao ver que eram treze horas e quinze minutos uma serie de porra caralho puta que pario e similares ficaram presos na sua boca a garganta nao deixou que nada saisse e a cabeça começou a explodir engolia os xingamentos e fazia o coraçao acelerar logo a testa doeu uma dor forte e um zumbido insuportavel o levou ao completo desespero apertava as maos nos ouvidos com força e entao fechou os olhos e escorregou ate o chao quietinho sem qualquer intençao de incomodar desejou nao ter feito nada nessa noite nem em qualquer outra queria acordar dormindo na sua cama

sentiu frio

os outros estavam que nem ele pedir ajuda era certamente mais perigoso do que ficar calado sofrendo sozinho ate se tornar invisivel desaparecer desse mundo e ir para aquele outro lugar joel roçava os dedos na grama molhada e tinha um belo sol para ele e menina ao seu lado alguem que ele jura conhecer de verdade que nao faz parte so dessa miragem ele olha pro ceu pra menina e isso define a felicidade

a beleza pura algo que ele nao encontra em nenhum outro lugar e por que ele nao pode ficar para sempre aqui se sente tao leve que começa a flutuar ganhar o ceu ao ponto de alcançar as nuvens olha la do alto e ve tudo e nao sente o medo de altura abre um sorriso e procura menina

        ela tambem deve saber voar deve estar escondida junto com os anjos devem estar por aqui é bom sentir o vento quem sabe ele me sopra para algum lugar onde diabos esta a menina

        eu esperava ouvir harpas aqueles violoes grandes e um tipo de banjo iguais ao que tem pintado na parede da igreja perto da casa da minha mae uma musica classica um coral quem sabe algo alem do nosso alcance como um recital de uma sinfonia de beethoven ou um coral cantando bohemian rhapsody o cenario quando entrei na nuvem foi diferente

eram com essas as palavras que joel descreveria o que pensou se fosse submetido a algum tipo de interrogatorio transgalatico e daria prosseguimento contando o que viu dentro da nuvem poderiam ver pela sua palpebra pelas suas maos suadas que estava nervoso mas falava absolutamente a verdade e contaria tudo que se passou acontece que aqueles homens nem sempre querem saber a verdade

joel abriu os olhos e enxergou branco era o teto estava de volta levantou um pouco a cabeça a sala tinha menos pessoas eram poucas agora nao sentia suas pernas nem seus braços era como se nao estivesse dentro do seu corpo os raios de sol refletiam nos copos quebrados e formavam uma cena bonita ele ficou um tempo escorado na parede com as pernas esticadas no chao respirou fundo para levantar finalmente pronto para encarar o mundo para conviver com pessoas e procurar a menina

do outro lado

o quarto era escuro um pouco escuro demais e quando eu acendi a luz ficou muito claro e nao tinha nenhum tipo de iluminaçao intermediaria fui ate o banheiro entao e deixei a lampada florecente branca ligada e a porta aberta a melhor soluçao que consegui uma soluçao ruim eu sei eu precisava de um clima mais quente nem tudo é perfeito paciencia

voltei e me sentei na cama eu tava cansado e deixei o corpo escorregar e fiquei um tempo deitado pouco tempo logo me levantei pois a ansiedade me obrigava a me mexer repeti essa sequencia de sentar deitar e levantar algumas vezes me olhando por todos os espelhos que vinham da parede do teto de todos os lugares

eu esperava a pessoa que subiria pela escada alguem que nao sei o nome que nao sei o rosto que nao sei nada assim como ela nao fazia ideia do que a esperava nos conhecemos na internet e trocamos algumas mensagens nao tinha nada de amor da minha vida nessa historia apenas dois desconhecidos marcando de tranzar em um motel barato

eu nao confio nas fotos pelo simples motivo de olha as fotos que eu mandei pra ela as fotos que eu postei alguma vez na vida nas redes sociais e é tudo mentira eu nao sou tao legal quanto aparento ou nem mesmo pareço ser legal imagina o quao chato eu sou eu comecei a desconfia que nao foi uma boa ideia faze isso e nada dessa pessoa chega vou acaba pagando esse quarto so pra fica aqui sofrendo a sensaçao nao é boa eu juro que preferia ta na minha casa na minha cama

tudo que se passa pela minha cabeça parece me leva a irrefutavel conclusao de sempre eu fiz merda eu tava muito injuriado e pronto pra ir embora quando ouvi o barulho da garagem se abrindo do salto alto caminhando e subindo os primeiros degrais da escada

esses segundos pareceram durar milenios e eu fiquei ali esperando com uma cara de idiota ate que finalmente se revelou uma loira maravilhosa de seios fartos e shortes curtos uma menina nova provavelmente na casa dos 20 anos nunca se sabe

ela nao fez perguntas apenas veio na minha direçao e me puxou pelo pescoço nos demos um beijo agressivo e ela me empurrou pra cama tirando sua blusa jogando ela longe o mesmo gesto com o sutia eu tambem tirei minha camisa logo estavamos nus e eu surpreso com tudo aquilo que se apresentava na minha frente e com medo de nao corresponder as expectivas uma bobagem sem fundamento que se mostrou completamente verdadera pois meu desempenho foi bem apressado digamos assim

calma tem mais eu disse pra ela

ela nao falava nada apenas me olhava da cabeça aos pes e parecia concordar eu li nos seus olhos a noite é uma criança ainda esta cedo ela mal sabe caminha ainda muita coisa vai acontece

enquanto nao havia condiçoes de me reanima eu tentei conversa eu puxei papo sobre diversas coisas como o conflito na palestina sobre pastel de carne com ovo que é muito melhor que sem ovo sobre a saudade que eu tinha de dormi depois do almoço mas nada parecia interessante o suficiente pra merece uma resposta ou uma simples opiniao ela so me olhava

enfim estava pronto para mais um round e dessa vez foi muito melhor um verdadero espetaculo digno de oscar ate pela elasticidade de ambos e capacidade de alternar posiçoes e parecia que jamais acabaria estavamos afundados no prazer entramos em um mundo paralelo em meio a todos aqueles espelhos eu me confundia com tanto reflexo e nao sabia mais se a verdade era o que estava acontecendo na cama na mesinha no chao ou no teto que grandissimo teto era esse

parece brincadera mas a coisa ficou realmente muito confusa eu tentava me mexe para um lado e meu corpo ia pro contrario eu pensava em um movimento e fazia outro ate que comecei a toca nas minhas pernas no meu peito e nao sentia nada nem na mao nem em qualquer lugar relaxei um pouco a cabeça e me deitei interrompendo o sexo que a essa altura apenas acontecia sem qualquer tipo de açao voluntaria

fechei os olhos por um segundo e respirei fundo ao menos parecia que era uma respirada funda nao sentia os pulmao fiquei com um medo imenso de abrir os olhos um medo imenso de ser tudo loucura da minha cabeça e quando finalmente tomei coragem eu vi o meu proprio corpo adormecido e pelo espelho esse meu novo eu nao existia apenas aquele corpo jogado em uma cama de motel sozinho

eu nao sabia se ia embora ou esperava eu acordar meu instinto me mandou desligar a luz do banhero aquela claridade branca e fria nao podia ajudar ninguem é isso que eu vou fazer por um fim nessa iluminaçao bagaceira e bem na hora que eu apertava o interruptor a luz permaneceu ligada e eu comecei a ouvir os passos do salto alto chegando pelas escadas chegando com um barulho assustadoramente alto

me escondi no canto do banheiro fechei os olhos abri e continuei no mesmo lugar torci para que tudo acabasse torci para que ninguem viesse apagar a luz eu nao podia mais sair dali e tinha medo de me olha no espelho da pia eu tinha medo que eu nao acordasse na cama eu ainda to com medo

EU COMI O AMOR

eu não tenho medo de morrer

minha vó me disse isso enquanto fazia carinho na barriga da cadela com uma mão e pegava uma batata frita com a outra a melhor batata frita do mundo diga se de passagem ela frita tira da panela deixa secar e depois frita de novo fica muito crocante

nao sei se é uma afirmação válida pela convenção do uso das palavras a qual abomino então posso afirmar sem medo de ser feliz assim como minha vó não tem medo da morte a vida é crocante que nem essa batata frita

ela seca algumas vezes o nosso coração e até dá um certo desespero imensurável que faz a gente pensa que tá tudo perdido e que não tem outro caminho pra ser seguido aquela história de que nós somos responsáveis pelas nossas escolhas e talvez até hoje eu tenha escolhido tudo errado mas calma tem que botar na banha de novo e esperar chegar no ponto

mesmo assim ainda não tá pronto essa mesma batata crocante só fica deliciosa depois que minha vó coloca sal e coloca muito sal capaz de entupir as veias da metade da população da pequena cidade onde ela mora mesmo assim não o suficiente pra entupir as veias dela e nem da cadela que eu sei que ela dá comida pra ela

eu pensei então que cada batata frita merecia um nome próprio e enquanto mordia e mastigava dizia adeus zuleide tchau roberta até mais ver samanta você é muito especial marta é nessa hora da despedida que vem a coragem pra abrir o coração e dizer aquelas coisas bonitas que estavam guardadas às sete chaves e a gente com vergonha de falar pura bobagem eu te amo debora

a batata frita dá sede ou o excesso do sal provavelmente mesmo assim não me levanto pra me servir de bebida eu falo pra vó pra ela não se preocupar que ela não vai morrer não antes de terminar sua missão na terra eu falo como um messias que veio trazer luz e sabedoria ela me ouve atentamente e concorda como que esperando eu dizer qual é a missão

na verdade ela ta concluída porque não consigo imaginar alguma coisa mais importante do que criar uma família dar amor pros filhos e pros netos e ver todo mundo bem tirando o filho que morreu mas não é culpa dela então eu penso na batata frita e talvez seja a hora de abrir uma grande lanchonete e vende essa batata e mostra pro mundo como ela é boa

mas não essa batata é só nossa pra comer ela você precisa entrar na     minha família

eu tento pensar em quantas vezes a vó fez a batatinha pra mim quantas vezes ela me disse no telefone que a batatinha tava esperando e quantas vezes eu falei que era a melhor batata do mundo e no final só cheguei em uma conclusão

vó eu te amo igualzinho sua batata frita

tu mi putana

hijo de la putana rato brasilenho macaquito de mierda

quando acho que o brasil ta perdido descubro que é assim que as pessoa te trata na argentina quando voce nao da propina pra elas garçon safado quase me acerto uma facada na saida e assim tive que acelera o passo pra mante minha integridade fisica ja que a psicologica faz muito que nao existe

nao posso so reclama seria injustisa logo que cheguei fiz um amigo o senhor lito de uma loja de futebol cheia de camisa manta almofada poster e ate originais de fotos historicas nos demos tao bem que ele saiu pra almoçar e eu fiquei pra cuidar da loja recebendo pessoas e eventualmente vendendo para algum turija e me sai bem naqueles dias juntei dinhero pra paga uma cama e assim consegui me estabelece

a cerveja no restaurante é cara e a quilmes é metade do preço de qualquer outra e no mercado um litro e 300 ml custam quase a mesma coisa acho que eles nao sabe faze conta talvez sejam tudo burro e por isso tao pobre

mas é mentira pois sao culto muitas pessoas esbanjam estilo outras nao tem vergonha de ser bizarra muito bizarra e no final das conta vamo ser sincero aqui é tudo cambio cambio correria taxista garçon cabelerero e as pessoas nas calle te abordando o tempo intero atras de dolares proibidos escancaradamente escondidos te levam pra galerias que te dao um pouco de panico acham que voce é rico so por nao ser argentino coitado deles

‘as argentina sao linda’ e feia e normal achei mediocre isso significa que tranzaria com metade de populaçao e é isso que to fazendo desde que comecei a trabalha como gigolo em plena crise cobrando em euro de idosas de todo canto do planeta se nao tem euro pode paga em dolar e em ultimo caso em libra meu filho se depende do meu cambio se fuderam mais do que fudi elas

no restaurante um brasilero aborda os outros brasilero e assim consegue atrai mais um cliente o meu serviço nao é diferente nao sao so as mulher brasilera famosa pela fogozidade e se depende de mim honro nossa especie e bola pro mato que o jogo de campeonato elas gostam que eu chame elas de putana eu tento explica que no brasil é puta e temos disputa dialetica puta putana pute

mais fanaticos por futebol do que nos por novela esses animal realmente acham que tem mais historia melhores jogadores e que tres copa do mundo a menos nao quer dize nada mais uma vez penso que  eles nao sabe faze conta talvez sejam tudo burro e por isso tao pobre

se precisa de companhia voce ja sabe me procura agora infelizmente tenho que tranza alguem tem que coloca comida na mesa meu filho

amor nos tempos da colera

num dia desses de chuva molhada muito vento cheio de gente gripada pelos canto todo mundo encasacado e se fosse possivel coloca uma estufa no planeta terra é o que devia se feito ta la os mendigo batendo quexo na calçada voce de meiao de futebol por baxo da calça e todas tentativa desesperada pra atenua o frio

tudo em vao voce sabe que nao tem jeito so rezando pra esse dia acaba de uma vez eu preciso do verao eu to desesperado eu quero dormi pelado eu quero mulheres de biquini eu quero cerveja gelada caipirinha eu quero mulheres de saia meu deus tem uma mulher de saia uma potranca dona de um rabo de respeito minha filha voce nao sente frio cheguei logo falando sei que nao é um bom inicio de conversa azar

la no canada peguei frio bem pior

meu deus ela é escrota e nao merece nem mesmo uma virgula o melhor é sai daqui e nunca mais ve essa babaca arrogante asquerosa mas olha as perna torneada olha essa coxa o tamanho dos peito vamo da mais uma chance

frio mesmo peguei na islandia

é claro que nunca fui pra islandia mas quero ve o que essa churanha vai fala agora tudo aquelas gelera aurora boreal e o caralho

adoro

talvez ela foi longe demais nessa hora parei de raciocina ainda mais olhando aqueles olho verde

eu acho que te amo
eu tambem te amo
mas eu nao tenho certeza eu so acho
eu tenho certeza
voce é linda demais
sao seus olhos
voce é uma deusa
brigada
vamo pra minha casa
mora onde
vamo pro motel
onde moras
conheço um motel muito bom
perto da tua casa
perto daqui
aqui é perto da minha casa
vamo pra tua casa

fomos

uma mansao um palacete um castelo uma fortaleza ou apenas ‘drikas home’ pra quem da check in eu quero é joga meu celular fora e mora dentro dessa morena recebe mais resposta escrota nao me importo tomo ate vinho se for o caso pra parece culto escutando musica classica mozart e betoven artistas conteporaneos como wagner e villas boas aprecio o que ha de mais inovador no mundo moderno e principalmente o que voce tem no meio das pernas mulher

estava tudo perfeito entre nos porem o frio nao dava tregua sim continuava gelido um inverno fora de hora e eu desconfiado tem alguma coisa errada so pode cada dia a saia dela ficava mais curta daqui a pouco vo encontra ela na rua e vai ta despida a humanidade precisa estuda esse biotipo pra tenta acaba com a hipotermia mas é uma coisa tao contagiosa que eu mesmo to de bermuda e chinelo de dedo e to sentindo calor sera que to com febre sera que to com ebola eu fiquei apavorado e tive que pergunta pra ela

o que voce acha da gente casar
o que voce acha da gente transar me respondeu sem pestaneja
mas de novo a gente so faz isso
eu so quero sexo apenas sexo
eu so quero amor apenas amor
entao procura outra
mas eu quero voce
preciso ir embora to com frio

ela sumiu o vento bateu e meu coraçao gelou

procurei ela por semanas acho ate que mudo de endereço pra quem era tao segura de si achei tudo muito estranho qual é dessa menina parece uma louca psicopata começo a faze calor e eu continuava esperando ela finalmente era verao muitos graus na rua pessoas suando e eu admito um pouco desesperado e teve um dia que fiquei 48 horas na frente da porta dela eu preciso dessa mulher e finalmente veio ela numa temperatura infernal vestindo casaco de pele agora era loira isso nao é normal e nao teve jeito cheguei do lado dela e perguntei voce nao ta com calor

la na australia peguei calor bem pior

tia da limpeza

o luxo traz prazeres mas uma temporada dentro de um camping precario tambem tem seu valor

fugimos do meio do mato onde so chovia e se usava muita droga rumo ao litoral em pleno 31 de dezembro parando no caminho pra leva o dono do carro no hospital e abandonando ele la mesmo a deus dara

chegando na praia pouco antes da virada do ano a questao era onde se hospeda ja que pousadas nao tinham mais quartos disponeiveis e qualquer lugar que ainda tivesse vaga seria caro demais pro nosso orçamento por isso nos instalamos naquela espelunca e montamos a barraca

aquilo que chamavam de camping na verdade era o patio da casa de um senhor com um puxadinho que chamavam de cozinha pros hospedes e um anexo denominado banheiro e foi ali que me encaminhei pra toma meu banho

nao levei toalha pra me seca porque a minha havia sujado de sangue e estava completamente nojenta uma outra historia que nao vem ao caso o fato é que a mulher do dono do lugar fazia a limpeza de um box quando adentrei o espaço

ela me disse que eu podia toma banho e na minha inocencia entendi que ela sairia do banhero nao foi o que aconteceu enquanto eu me lavava ela continuava atras da porta pensei em convida la pra entra debaixo do chuveiro mas achei melhor ficar calado

quando desliguei aquela agua gelada imaginei finalmente que ela sairia ate porque nao tinha nem toalha pra me cobri nao foi o que aconteceu abri a porta pelado e ela me fitou com olhos sedutores

acenei com a cabeça como quem dizia voce me viu nu agora é minha vez e nao foi preciso palavras porque a senhora instantaneamente tiro toda sua roupa

nao havia sequer porta na entrada do banhero portanto a qualquer segundo outra pessoa poderia dar de cara com a gente faze sexo ali era perigoso mas eu gosto do perigo

a tranza foi intensa e logo os gemidos contidos se tornaram verdaderos berros de extase com certeza todos ouviam ate mesmo o marido dela nao paramos

passamos a virada ali mesmo copulando enquanto os fogos estouravam la fora meu membro causava orgamos la dentro e aquele vai e vem danado parecia nao ter fim

usei a tia da limpeza como se fosse a ultima mulher do mundo e posso dize que ela fez o mesmo comigo tirando o fato que eu so um homem

saindo do habitual com requintes incomuns

o dia dos namorados é a famosa data em que o romantismo que voce nunca tem se confunde com breguice mas as mina releva desde que voce de um bom presente e pague a conta de um bom restaurante e banque um bom motel porem foi descoberto que nao precisa ser assim

ao inves de leva a femea em um restaurante que ela gosta decidi escolhe um lugar que eu sempre passava na frente e achava que era bacana para minha irritaçao a cadela se atraso e agente acabo perdendo a mesa tivemos que fica na fila de espera mas tudo bem

o lugar era exotico e como nao conheciamos acabamo pedindo muito mais comida do que precisava talvez aquela quantidade de alimento fosse suficiente para alimenta uma familia por uma semana
para bebe optamos por um drink gay inspirado no idolo fred caipisake de kiwi estava muito gostoso repetimos
na hora de paga a melhor parte ela pago sim ela fez isso e sim eu dexei ela faze isso depois paguei metade entao teoricamente rachamos a conta

ela e nao eu havia programado um rotero cultural na verdade era so uma coisa mas roteiro da um ar superior saimos do restaurante e nos dirigimo ao local no caminho encontramos folhas a4 coladas em postes com trechos de musicas provavelmente uma bela homenagem a alguem

ainda na mesma rua vinha um casal de encontro a nos e de repente eles pararam em seguida o rapaz disse que aquela ponta 3 por 1 tava valendo e deposito o elemento no encosto da parede de uma escola sem pestaneja peguei o que restava do baseado e nao era pouca coisa nao olhei pra tras e fumei em conjunto com minha donzela ela disse que o jovem que jogo fora a droga estava apavorado com a nossa atitude

fomos ate um exposicao onde os artistas nao tinha montado tudo apesar do coquetel de lançamento ja ter acontecido la vimos peças artisticas muito bacanas e uma delas especialmente inspiradora ainda estava sendo servido um bom vinho e tudo ocorria bem porem discuti com um fotografo levemente doente mental que proferiu palavras que nao me agradaram passado o acontecido fomos embora

ja estavamos embriagados quando entramos em outro bar e tomamos mojito era um dia de drinks nesse momento decidi que era hora de ir pra casa onde o clima ferveu

vespera do dia de santo antonio

quando deus criou meu cerebro esqueceu de faze a parte que sabe escolhe presente
soma se isso ao fato de que todo ano temos que dar no minimo varios presentes e as opçoes começa a simplesmente acaba

com a familia é assim agora imagina o tamanho do problema quando existe aniversario aniversario de namoro natal e o mais inescrupuloso de todos o dia dos namorados

a tragedia se agrava

essa data insana comemorada em todo mundo em feverero mas no brasil por razoes estritamente dementes e comerciais acontece em junho

um dia em que nao basta compra presente tem que pensa em um restaurante tem que reserva mesa nesse lugar e ainda pensa em uma manera romantica de tranza com a femea

tudo soa tao absurdo que algum desavisado acharia que nao passa de brincadera infelizmente é a dura realidade

falo com toda sinceridade do mundo que preferia defini um novo plano de atuaçao metalinguistico da inflaçao brasilera a ter que escolhe um resturante

isso que nem to falando no dinhero
pra puta que pario com rosas vinho e gestos de carinho

passa o dia dos namorado sozinho nao é sofrimento diria até que isso se chama sorte

insaciavel

estava solitario em territorio hostil
na verdade era um ambiente alegre amigo e de muita confraternizaçao porem estava sozinho em minha mesa
nao tinha problemas com isso nunca tive pra dize a verdade
tem gente que nao gosta de almoça ou janta sozinho
tem gente que nao gosta de ir no cinema sozinho
tem gente que nao gosta de ir em jogo de futebol sozinho
tem gente que nao gosta de ir em show sozinho
tem gente que nao gosta de ir em festa sozinho

para mim nao havia problema sei aproveita um bom programa mesmo sem companhia
alguns diria instrospectivo nesses momentos a verdade é que eu queria uma boa comida
e estava rico quase milionario portanto fui ao restaurante sem medo de ser feliz
e vi muita gente sorridente casais se amando declaraçoes fortes e pesadas de amor e amizade
e sozinho na minha mesa estava eu
nao me abalei pedi o cardapio

nunca na minha vida pedi um prato de entrada
foi um dia pra quebra paradigmas
quero essas batata refogadas da carlota um suco de laranja e uma caipira enquanto nao chega
de saque pergunto o garçon
nao porra seu filho da puta traz logo minha caipira de cachaça seu merda

enquanto todos se esbanjavam em beijos abraços e conversas melosas eu apreciava umas batata refogadas da carlota
e logo acabo
a caipira nao mais existia o suco havia sido tomado

quero esse prato chamado tilapia haduken
senhor nao temos
entao inventa essa porra e traz logo cacete e uma coca bem gelada

senhor do ceu que delicia era bom demais
me esbaldava em tanto sabor era um extase puro me sentia drogado

o que temos de carne perguntei
voce vai come mais
o seu filho da puta voce so pode ser doente ne o corno do cacete
quero a carne mais cara que voces tive e nao demora
e pra toma
cerveja belga

a carne era boa demais carne de crocodilo
nao sei porque eles tinha esse tipo exotico de carne mas era de extremo bom gosto
é feito do rabo me disse o chef do restaurante que me atendia pessoalmente ja que claramente nao existiam pessoas mais importantes la

me chamo a atençao no cardapio uma prato chamado prato gondriele nao sabia o que era parecia bom pedi dois
gente era algo como se o paraiso estivesse na terra e na verdade dentro daquela comida consistia a soberba maior o gosto da satisfaçao agora sim podia dize esta gostoso

pedi uma recomendaçao de uma boa sobremesa acompanhada de um licor especial
tortelas de maça ao sorvete suiço creminado
talvez a melhor coisa que ja foi inventada pelo homem depois da maconha
o licor era rustico e apenas quem ja tem certa rodagem sabe aprecia era refinado

como bom vivant que sou pedi o gran finale
chocolate trufado da islandia menor e uma dose de whisky de preço mais abusivo
comida especial bebida de primera qualidade
e nao sobro um gole uma gota um pingo ou um pedaço

aquilo nao é apenas fome dizia os que ja nao mais se abraçavam e beijavam e gargalhavam estavam todos atonito

se voce esta se perguntando como consegui come tudo isso sozinho saiba que eu tambem pergunto
como aquela vadia estava ainda mais insaciavel na cama

na balada

semana intera de muito estudo trabalho suado e intenso estresse muita cobrança sua cabeça prestes a explodir chega sexta feira
o dia de libera geral parti pra cima das gata tranza a vontade cansa o pau ele chega a fica amolecido e com dor na ponta da cabeça de tanto que é usado

o problema é quando voce é timido demais e nao consegue chega nas gata
acredite se quiser ja foi assim um dia com magno

na balada discreto cheguei sozinho combinei de encontra os amigo na frente pra nos toma umas bebida junto coca cola com cachaça barata e um poco de gelo mas ninguem apareceu
o que voce faria iria desisti nao encare os desafio

esse dia pensei hoje eu vo muda vo me torna outra pessoa alguem mais foda

entrei na balada
fui no bar pedi um guarana me escorei na bancada e fiquei curtindo as gata
algumas passava dava umas olhada meio forte ate que penetrava os olho e enrijecia o pau mas fiquei queto esperando o momento certo e a gata certa talvez isso nunca acontecesse mas esse dia eu prometi ia se diferente

quando a passo a morena 1 metro e 60 rabo empinado e linguinha provocante nao teve erro
o dialogo foi este exatamente esse

magno
morena nuss

morena
gato

magno
meu deus morena

morena
gatinho

magno
caralho

morena
ai

magno
quero te leva pra cama e conversa sobre a taxa de cambio sabe tua opiniao sobre os juros praticado e depois tranza

morena
pode se bora la

so que havia um problema naquele dia meu irmao adotado ainda estava vivo meu outro irmao ainda vivo e meus pais tava em casa nao dava pra leva ela onde tranzariamos

vamo tranza dentro do boero

gente
que sensaçao gostosa
agente tranzo pra caralho no meio dos rato e das barata
eu metia na morena e ela gritava mais mais mais
voce ta gostando do meu caralho magno perguntava
eu amo seu caralho ela dizia

no final agente tranzo por mais de cinco dia dentro daquele boero sem para nem pra toma agua

quando sai ela morreu de leptospirose e nao tive que me preocupa com o filho que havia dentro dela

puta safada

chego no putero se chama ninfetas bar

logo de cara vejo uma loira daquelas potranca peitos enormes bundas fartas e que olhos me olho bem nos olhos e me comeu ou comi ela melhor dizendo no final das contas ja tava no meu colo
foram poucas palavras so queria negocia o preço
ela me disse 60 reais
preço justo nessa porra
no final acabamos fechando por 25 mais a passagem

aquele quarto era sinistro escuro umido e tinha chero de sexo
sentei no colchao era duro uma merda de colchao que dava pra senti a madera
a puta veio do meu lado ja se roçando e pergunta afinal quem é voce sujeito misterioso

respondi que era um delirio uma miragem e que ela era a fonte de prazer
perguntei seu nome
carla
fodase puta nao quero sabe teu nome cala essa tua boca e para de fala nos vamos faze sexo

ela pareceu exitada com essas palavras ou talvez um pouco triste nao sei dizer mas era tudo parte do jogo e ela estava sendo bem paga nao tinha do que reclama

tranzamos
tranzamos muito
o tempo era curto o desejo era grande

ela dizia me bate

deci o sarrafo
chutei
dei soco
pontape
cotovelada
iniciei uma guerra de travessero

quando ela tento revida gritei sua puta do caralho to pagando pra essa porra fica queta

lagrimas de tesao escorriam de sua face ela queria mais

peguei a pelos cabelo e comecei a gira a cabeça
ela gritava para mas conheço linguagem de puta ela diz uma coisa quando quer dizer outra continuei ainda mais forte

acho que ela tava menstruada o quarto intero fico virado em sangue
sua puta do caralho sua indigente nem me aviso esbravejei

ela fico deitada extasiada de prazer