so nao me diga que faltaram orgias

voce conhece ela provavelmente estao bebados se ainda nao estao no proximo encontro estarao voce sente que ela é legal voce sente paixao voce ama voce fica nervoso pra encontra ela e conta o tempo pra pode ve ela e ate se arruma pra ve ela voces se amam e ocasionalmente namoram e continuam se amando e talvez se casem algum dia ou fiquem juntos pra sempre

pra sempre ate que chega aquele fatidico dia em que um nao suporta mais o outro um é grossero com o outro um nao faz nenhuma questao de agrada o outro e na verdade parece se esforça pra ser escroto voces se odeiam e nao sabem como termina a relaçao a dexam ela continua por medo de dar um fim voces sao dependentes da infelicidade que criaram e vao seguindo a vida ate que alguem um dia toma uma atitude e termina com o relacionamento

nao vale a pena discuti o que ja ta morto a tanto tempo e é imbecil imputa a culpa em alguem o fato é que voces pouco tranza e quando tranza é uma coisa insosa protocolar bate uma saudade da putaria e como remedio pro relacionamento doses cavalares de sexo em grupo começam a faze parte da rotina um dia tem uma loira na sua cama no outro tem um moreno na sala esperando pra come sua mulher mas tudo bem que na cozinha tem uma peituda esperando pelo coito e por que nao todos transam entre si e mais pessoas continuam a chega na casa

nao é mais apenas em casa voces vao toma um cafe e se trancam no banhero com mais tres pessoas voces vao no supermercado e tranzam no estacionamento com mais um grupo que nem sabe de quantos voces vao no cinema e é uma suruba quando chegam em casa estao tranquilos maravilhados com a vida a relaçao esta novamente flamejando e ate um ‘eu te amo’ escapa da boca de alguem

maratonas e maratonas de sexo começam a consumi a maior parte da semana de voces as noites sao mal dormidas quem sao as pessoas que tranzam com voces na cama no sofa no box e ate mesmo pela cadera de praia que voces tem na sala e é motivo de orgulho pela resistencia as grandes corporacoes de arquitetura e mobilia voces tranzam vendo programas de decoraçao tranzam vendo futebol e tranzam ate enquanto dormem assistindo um filme

sexo

parece que ta tudo bem voce se sente um homem ela se sente uma mulher e entre as milhares de almas que participam da tranza voces formam um casal novamente com aquele mesmo brilho no olho de outrora com caricias e palavras de carinho voce faz questao ate de leva ela em um restaurante legal e pensa ate em pedi ela em casamento quem diria essa convencao secular lhe parece faze sentido no meio das milhares de orgias e chega o grande dia de faze o pedido

nao

ela nao quer casar nao é nada contra voce ela te ama apenas acha que nao é o momento e voce concorda talvez nao seja mesmo eu me precipitei talvez agente precise tranzar mais com mais pessoas

sim

é isso que voces fazem na praia embaixo de arvores no asfalto na grama em locais publicos escancarados e ja sao centenas de caiu na net do casal e dos outros que tranzam junto voces poderiam fatura milhoes com a industria pornografica mas preferem apenas o prazer parece que esta ficando cada vez melhor ate que um dia ela diz que ta cansada de voce do seu mau humor das suas manias da sua falta de dinhero e educaçao do seu egoismo da sua sujera da falta de companherismo da falta de conversa e agora esta tudo acabado

voce segura o choro e com olhos marejados nao perde a dignidade responde de peito estufado tudo bem mulher eu tambem ja tava cansado de ti acho que é melhor assim

ela vai saindo de fininho e voce se remoendo por dentro ela vai se afastando quando voce grita so nao me diga que faltaram orgias

Anúncios

Um comentário em “so nao me diga que faltaram orgias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s