escuridao

aquele momento em que voce esta com os olhos fechados mas tem a nitida imagem do espaço onde esta nada mais nada menos que seu lar aconchegante a coberta que cobre seu corpo e provoca o sumiço do frio uma sensaçao gostosa de pertecimento a um ambiente tao familiar

porem voce abre os olhos e nao esta na sua casa

a cama esta do lado oposto do seu quarto a mesa nao é a mesma o armario é refinado nao tem nenhuma semelhança com o seu de extremo mal gosto a area é reduzida e a organizaçao impecavel passa a sinistra vontade de lamber as paredes tao limpas e brilhosas e é nesse momento que voce percebe que na verdade a escuridao é completa e seus olhos e cerebro trabalham junto pra projeta imagens impossiveis de decodificar

talvez seja mesmo seu quarto e voce pode dormi sossegado aproveitando a boa brisa que agora passa por baixo da fresta da janela sim delicia estou em casa contudo voce percebe que a janela por onde o vento passa esta em um local diferente da janela do seu quarto

panico

abre os olhos eles formigam uma imagem levemente vermelha quase se forma mas fica piscando o nada um preto cintilante que vai e volta e sempre permanece a atormenta voce

levanta da cama e liga a luz é a unica manera de descobri a verdade contudo a desconfiança é tamanha que voce tem pavor de descobre que talvez esteja certo e ali nao seja o seu quarto ao mesmo tempo em que tem a certeza que nao vale a pena se levanta pra tira uma duvida tao obvia onde mais voce estaria

a verdade so sera descoberta amanha de manha