a besta

deitado na cama ouço as vozes das ruas que chamam para a noite pecadora mulheres bebida sexo marginalizaçao drogas musica atitudes bestiais e vomitos ao final da festa quando nao no meio dela e volta a bejar meninas sem ao menos lava a boca

certa vez estava na praia transando com uma garota que nao sabia o nome e era tudo por vingansa meu melhor amigo havia traido ela sendo que eles so tinham ficado uma vez e ela fico com outra ela resolveu faze ciumes nele e nos tranzavamos loucamente na praia eu vomitava em suas costas e tomava agua do mar ela nao reclamo de nada inclusive elogio minha performance

quando se troca a noite pelo dia e voce encara o espirito de um vampiro assassino voce precisa abater suas prezas so que nao mata apenas satisfaz seu apetite sexual

é como um imenso gorila preso dentro de uma jaula pronto pra quebra tudo ao seu redor e causar panico e medo a todos em sua volta ao mesmo tempo um incontrolavel prazer nas mulheres que toca e praticamente abusa tamanha voracidade com que beija sua boca e insere seu instrumento em sua vagina

sei que tudo isso me espera do outro lado mas hoje preciso de paz e fico deitado na cama tentando controla tudo isso porem é dificil complicado praticamente impossivel é o instinto é a necessidade fisiologica

estou na rua voce pode ser a proxima presa

pandemonio paradoxal

se voce para pra pensa em toda aquela ladainha de auto ajuda amorosa e o caralho vai percebe um dado alarmante as pessoas que fala sobre essa porra é tudo infeliz e quase sempre gorda mal comida

imagina uma munaia de uma mulher com 100 quilos na frente da tela do computador escrevendo que é sensivel essa cena é corriquera

tambem é no minimo curioso que essa gente diga que demonstre tanto afeto e carinho pelas coisas simples mas no fundo nao passem de materialistas formadoras intriga muitas vezes barraqueras

outro fator que levanta grande interesse é que esse tipo de seres humanos sente muito amor pelos animais carinho por cachorro principalmente o melhor amigo das mulheres sim ne nao vamo fala em homens mas parece existi uma relaçao diretamente proporcional no seu nivel de reacionarismo pobre cachorro de rua ela diz por outro lado acha que o mendigo que ta na esquina é um fodido que so foi para ali porque é um vagabundo e nunca trabalho na vida

essas menina tambem custumam dize que nao sao ciumentas mas é claro uma infeliz dessa nao tem nada na vida alem de seus muitos quilo vai sentir ciumes do que de um pacote de pipoca de um pedaço de calabresa da amelie poulan

o pior de tudo é que suas palavras tocam as mulheres que nao tem absolutamente nada a ve com quem escreveu mas essas outras sentem como se ela falo diretamente pra mim é como aquela banda de pop punk falando sobre sentimentos e voce com 15 ano achando que aqueles cara realmente sabem tudo sobre a vida